O Patriarca Celebra O Natal em Aleppo

Entre os dias 24 e 27 de dezembro deste ano, Sua Beatitude Patriarca de Antioquia Juão X, fez uma visita pastoral à Arquidiocese de Aleppo, cuja Arcebispo Paul é seqüestrado desde 22 de abril, 2013, para celebrar com o povo de Aleppo a festa do Natal e compartilhar com ele seu sofrimento e suas ocupações.

Sua Beatitude presidiu a Divina Liturgia de Natal na Catedral do Profeta Elias, concelebrado pelo Bispo Auxiliar Nicholas Balbaki, clero da Arquidiocese, e uma comitiva patriarcal.

Picasa - Aleppo Patria1508522_767168703337564_7823550422062037533_n.jpg
Picasa - Aleppo Patria1508522_767168703337564_7823550422062037533_n.jpg

Picasa - Aleppo Patria1526638_767167816670986_2398468231291947840_n.jpg
Picasa - Aleppo Patria1526638_767167816670986_2398468231291947840_n.jpg

Picasa - Aleppo Patria10885213_767167746670993_1651480917188789815_n.jpg
Picasa - Aleppo Patria10885213_767167746670993_1651480917188789815_n.jpg

Picasa - Aleppo Patria1508522_767168703337564_7823550422062037533_n.jpg
Picasa - Aleppo Patria1508522_767168703337564_7823550422062037533_n.jpg

1/24

No final da liturgia, o vigário do Arcebispo de Aleppo Arquimandrita Moussa Al Khassi, entregou ao Patriarca o Prêmio dos Direitos Humanos que havia dedicado aos dois Bispos sequestrados, Dom. João Ibrahim e Dom. Paulo Yazijy, nesse último dia 9 de dezembro na cidade de Weimar na Alemanha, desejando que o mesmo Patriarca lhes entregasse o prêmio quando eles fossem libertados. 

Durante a sua estadia, o Patriarca reuniu-se com as comissões que formam os departamentos arquidiocesanos como a juventude ortodoxa, os escuteiros, o grupo de Socorro e de Ajuda Humanitária, além das crianças que realizaram um recital Natalino.

Ele também recebeu as Autoridades Politicais do governo da cidade de Aleppo, como também as autoridades religiosas tanto as cristãs, quanto as muçulmanas, além de Sua Beatitude Efrem II, Patriarca da Igreja Siríaca Ortodoxa. Ambos realizaram uma oração pela paz e pela libertação dos cativos.

A visita do patriarca Joaõ X, é a primeira a ser realizada em Aleppo desde a sua eleição como Patriarca. Ele apoiou, fortaleceu e consolou o povo de Aleppo, o qual passou e ainda esta passando muitos sofrimentos e dificuldades especialemte na ausência de seu sequestrado Arcebispo, Dom Paulo Yazijy .